sábado, 3 de agosto de 2013

«Salvo pelas Estrelas», de Kristine Barnett

Editora: Self
Ano de Publicação: 2013
Nº de Páginas: 304

Ter um filho com autismo não é algo que se possa prever. Nem é fácil disfarçar o descontentamento quando é revelado aos pais esse diagnóstico. Kristine e Michael vivem em Indiana, nos Estados Unidos, e há treze anos passaram por essa situação, quando souberam que Jacob (Jake), então com dois anos, era autista e, pelas previsões dos médicos, poderia nunca vir a aprender a ler e a falar. Com esperanças e estímulos quebrados para auxiliar o desenvolvimento do filho, por parte do clã de médicos, Kristine inicia uma jornada onde terá de optar entre seguir os trâmites tradicionais e de educação especial propostos pelo Estado para quem tem autismo, ou seguir os seus instintos de mãe para ajudar Jake a ser um ser humano o mais autónomo possível. Kristine Barnett acredita que a melhor defesa para os pais — de qualquer criança — reside em adquirirem, tão cedo quanto possível, o conhecimento e as competências de que necessitarão para ajudarem os respetivos filhos a atingirem o seu potencial, que segundo esta mãe todos têm.
Em Salvo pelas Estrelas, um testemunho narrado na primeira pessoa, Kristine conta todo o seu percurso e o de Jake, que para espanto dos médicos: aos 4 anos de idade recitava o alfabeto de trás para frente e falava quatro línguas; frequentou a escola primária com sucesso; aos 9 começou a desenvolver uma teoria na área da Astrofísica; aos 11 anos “saltou” do 5º ano para a universidade; e, actualmente, está quase a tornar-se Mestre em Física Quântica, além de continuar a ser pioneiro a resolver problemas matemáticos, que nem os cientistas conceituados encontram solução.
O “mundo” particular de Jake, que só a sua mente pode vislumbrar, pode-lhe dar um Nobel um dia destes, afirma alguns especialistas.
Este livro não centra-se somente em Jake e no seu autismo. Kristine guarda algumas páginas para contar histórias da sua infância, da sua família, além de, honestamente, falar sobre as dificuldades económicas com que sempre teve de lidar. Esta mãe é a principal heroína desta história de vida real, que cativa o leitor, pela intensidade com que revela os contornos de todos os acontecimentos por que passou. Tudo trespassado para este livro, Salvo pelas Estrelas, com a garra de uma mãe que faz de tudo para proteger do alcance dos predadores uma cria sua. The Spark: A Mother's Story of Nurturing Genius (título original), é uma das primeiras obras publicadas por uma nova editora portuguesa, a Self, e é um livro que vem juntar-se aos pouquíssimos existentes nas livrarias sobre a temática do autismo, entre ficção (Autismo, de Valério Romão e No seu Mundo, de Jodi Picoult, por exemplo) e não-ficção (Perturbações do Espectro do Autismo, de Cláudia Bandeira de Lima e Autismo - Conceitos, Mitos e Preconceitos, de Carlos Nunes Filipe, por exemplo).


Para ler as primeiras páginas do livro, clica aqui.

Excerto: «As pessoas perguntam-me, muitas vezes, como vejo o futuro de Jake. Até agora, temos vindo a prepará-lo à medida que o tempo vai passando. Porém, acredito que ele trará alguma contribuição científica para o mundo, sobretudo porque diz que é o que pretende fazer, e eu nunca vi o meu filho a desistir de nenhum dos seus objectivos. Além disso, tem passado a maior parte da sua vida a tentar compreender as equações que governam o Universo.» (p. 283)


Jacob e Kristine Barnett

14 comentários:

Cristina Ventura disse...

Um livro que me desperta bastante interesse e que gostaria de ler para poder aprofundar um bocadinho o tema do autismo.

Diana disse...

Um dos livros mais inspiradores que já li nos últimos tempos sem dúvida.

Fernando de Sousa Pereira disse...

Quero ler, chamou-me muito a tenção. Acho-o interessante!

Marisa Luna disse...

Adorava ler este livro.
Será das minhas próximas compras, de certeza!

José Rodrigues disse...

Este livro parece ser bastante interessante e inspirador..

Carlos Dinis disse...

Um livro interessante, real acerca de um mistérios humanos da actualidade: o autismo...

Catarina Pereira disse...

Estou ansiosa por ler este livro... Já trabalhei com meninos autismo e é complicado, misteriosos mas bonito ao mesmo tempo... ;)

Ana Branco disse...

Já me falaram sobre este livro e sem dúvida que vou incluí-lo na lista das minhas próximas leituras!

Kelly Ferreira disse...

Cativante e possivelmente o próximo a vir para a estante!

Kelly Ferreira disse...

Cativente e possivelmente o próximo a vir para a minha estante!

Ana Cardoso disse...

Sem dúvida um livro do qual terei todo o prazer de ler no futuro. :)

milureis disse...

Ganhei este livro num passatempo ganho aqui no blogue (Obrigada Silêncios que Falam)
Por norma não costumo gostar de ler este tipo de livro, mas ainda bem que o li, achei-o simplesmente fantástico, recomendo vivamente, a luta deste casal pelo seu filho diferente, aliás a luta por várias crianças diferentes foi extraordinária! Nâo tenho o dom da escrita, como tal não digo mais nada porque não o saberia fazer, só digo:
Leiam este livro!!

Miguel Pestana disse...

Que bom que gostou do livro Milu!

Grato pelo seu feedback.

Angela Caçador disse...

Um livro que desperta o lado materno e cada mulher!