quarta-feira, 11 de setembro de 2013

«Como Deixar de se Preocupar e Começar a Viver», de Dale Canergie

Editora: Lua de Papel
Ano de Publicação: 2013
Nº de Páginas: 360

Porque nos preocupamos tanto? Como podemos preocupar-nos menos? Podemos controlar as nossas emoções?
A libertação da preocupação é um processo complexo, mas não impossível, é o que nos informa neste título Dale Canergie (1888-1955), um dos nomes de referência quando se fala em desenvolvimento pessoal. Os seus ensinamentos sobre as relações humanas continuam a passar de geração em geração. Além de ter dado imensas conferências pelo mundo inteiro Dale escreveu alguns livros que venderam milhões de exemplares como Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas, a sua magnum opus. Um outro livro do autor americano, que agora a Lua de Papel publica, visa ajudar os leitores a resolverem situações difíceis do seu quotidiano, por exemplo através da “triagem” dos seus pensamentos negativos, geradores de stress e preocupações.
Como Deixar de se Preocupar e Começar a Viver está organizadamente dividido em oito partes e segundo recomendação deixada no prefácio pelo autor, todos os capítulos devem ser lidos duas vezes, antes de o leitor passar ao seguinte. Adverte também que deve-se «interromper frequentemente a leitura para refletir sobre o que se está a ler.»
Além de fornecer diversas fórmulas práticas para resolver situações difíceis, nas páginas deste livro encontra-se variadíssimos métodos comprovados para vencer todo o tipo de preocupações que possam surgir. Na parte III do livro, ‘Como Acabar Com o Hábito da Preocupação Antes Que Ela Acabe Consigo’, Dale diz-nos que um dos remédios que mais sucesso tem para eliminarmos a preocupação das nossas mentes é «manter-se completamente ocupado a fazer qualquer coisa construtiva», e não sofrer por antecipação, pois «é a forma como reagimos às circunstâncias que determina os nossos sentimentos.»
Canergie conta como personalidades importantes e famosas venceram o hábito de se preocuparem, como Henry Ford, Benjamim Franclin e muitos outros. Recorre a casos verídicos de pessoas com quem privou, que começaram uma vida nova simplesmente porque conseguiram ultrapassar situações críticas. Como Deixar de se Preocupar e Começar a Viver, foi publicado em 1948 e vendeu mais de 6 milhões de exemplares. Hoje como há 65 anos as mensagens que subjazem nesta obra são intemporais.
Excertos:
«Uma das piores consequências da preocupação é destruir a nossa capacidade de concentração.» (p. 36)
«É a forma como reagimos às circunstâncias que determina os nossos sentimentos.» (p. 103)
«[Como Deixar de se Preocupar e Começar a Viver] não é um livro para ler no sentido convencional; ele foi escrito para servir de guia para um novo modo de vida!» (p. 358)

1 comentário:

Lina disse...

Acho que é um livro a adquirir. No tempo em que vivemos toda a ajuda para vivermos melhor é bem-vinda.