domingo, 27 de outubro de 2013

«Sobre o Amor e a Morte», de Patrick Süskind

Ano de Publicação: 2006
Nº de Páginas: 64

Neste ensaio Patrick Süskind (n. 1949) pergunta-se por que o amor continua a ser o sentimento mais sublime de todos. O amor e a morte são duas causas naturais da condição humana, mas será que o amor, ao fim e ao cabo, não passa de uma doença que corrói e degrada-se ao longo da existência humana? Qual a medida ideal para que, na ampulheta imaginária, haja equilíbrio entre o quanto se ama e o quanto tememos perder quem ama-mos?
Eros e Tanatos significam, na mitologia grega, o Amor e a Morte personificados. Estas duas pulsões geram entre si um conflito que dinamiza o psiquismo humano. Sobre o Amor e a Morte explora estes dois conceitos. Patrick referencia algumas grandes obras da literatura das quais os heróis e heroínas mataram o seu amor-próprio em prol do amor-magistral que nutriam pelos amantes (Werther, Anna Karenina, Madame Bovary...). A reflexão de Patrick Süskind percorre a obra e vida de autores que escreveram e viveram intensamente, como Platão, Santo Agostinho, Stendhal, Kleist, Goethe e Oscar Wilde. Süskind compara ainda os destinos de duas personalidades que desafiaram a morte em nome do amor: Jesus e de Orpheu.
Über Liebe Und Tod, (título original), de apenas 64 páginas, traduzido para português por Filipe Guerra, é um ensaio publicado na Alemanha num volume que inclui também o guião de um filme produzido e realizado por um amigo do autor. Sobre o Amor e a Morte está escrito num estilo acutilante, refinado, erudito. Não obstante o reduzido número de páginas, a leitura, por ser densa, leva certo tempo a ser «digerida». É uma obra que difere quase na sua totalidade do romance O Perfume, e por isso, por certo, agradará a «gregos» e menos a «troianos». Em todo o caso, da bibliografia do autor fazem parte outras quatro obras que merecem uma leitura, distribuídas entre teatro (O contrabaixo), conto (Um Combate e Outras Histórias) e novela (A Pomba e A História do Senhor Sommer).

2 comentários:

roshy disse...

Quero muito ler este livro!

VJ disse...

Tomei conhecimento deste livro por aqui e fiquei muito curiosa. :)