quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

«Anticancro», de David Servan-Schreiber

Editora: Lua de Papel
Ano de edição (7.ª): 2013
N.º de Páginas: 400

Em 1992, no decurso de uma experiência realizada no seu laboratório de investigação, um psiquiatra francês, então com 31 anos, descobriu que tinha um tumor maligno no cérebro. David Servan-Schreiber aceitou combater a doença aliando o tratamento médico tradicional (cirurgia, radioterapia e quimioterapia) com uma filosofia e postura proactiva, que abrangia as terapias alternativas, e o que posteriormente veio a confirmar-se o essencial: um estilo alimentar auto-regenerador, eliminando da sua dieta alimentos que faziam mal a si e à sua doença. Assim, David travou o alastramento de uma doença grave durante vinte anos. Ao longo deste período o doutor publicou dezenas de artigos sobre cancro, depressão, EMDR, etc., em revistas científicas, enquanto dividia o seu tempo a proferir várias conferências internacionais.
Nas páginas de Anticancro, que se tornou um verdadeiro best-seller mundial, traduzido para mais de 40 línguas, o autor dá exemplos do que inibe e activa as células imunitárias, ou seja, o que trava e alastra as células cancerígenas. Com propriedades benéficas para o sistema imunitário de pacientes com cancro David nomeia, por exemplo, seguirem uma dieta mediterrânica (que em Dezembro de 2013 foi inscrita na lista do Património Imaterial da UNESCO), potenciarem sentimentos de alegria e serenidade, terem apoio da família e amigos e fazerem actividade física com regularidade. No capítulo 6 intitulado 'O cancro alimenta-se de açúcar' o autor escreve um texto bastante interessante advertindo a quem sofre da doença sobre o perigo da ingestão de glucose em demasia. Acrescenta que «o cancro apenas surge se as células cancerosas encontrarem terreno “fértil” para proliferar.» ‘Alimentos Anticancro’ intitula-se, talvez, o mais esperado capítulo deste livro. São 45 páginas em que o autor aconselha alimentos que evitam a angiogénese (crescimento de um tumor), como os ácidos gordos ómega-3, o chá verde, açafrão-das-índias, etc. Preciosos testemunhos e dicas alimentares que o próprio confirmou serem benéficas, podem ser lidas ao longo das 400 páginas deste livro, agora disponível numa edição revista e actualizada. O livro além das reflexões de Servan tem citações de vários e notáveis cientistas. As notas bibliográficas com referência aos textos que o autor cita estão disponíveis na última parte do livro, para que não haja margens para cepticismo, por parte de leitores mais reticentes. Nesta obra, que segundo o New York Times «Em muitas casas, este livro vai provavelmente tornar-se uma Bíblia», o autor de Curar e Antes de Dizer Adeus, falecido em 2011, apresenta métodos naturais para cuidar da saúde, que podem contribuir para evitar o desenvolvimento do cancro. Quem, a meu entender, é o público-alvo de Anticancro? Quem tem cancro e quem não tem.


Citações:
«As nossas células imunitárias também são sensíveis às nossas emoções. Reagem positivamente a estados emocionais caracterizados por uma sensação de bem-estar e sentimentos de união com aqueles que nos rodeiam.» (p. 81)

«Existe uma causa para a superprodução de substâncias inflamatórias que raramente é mencionada quando se fala em cancro: o sentimento persistente de desamparo, de um desespero que não dá tréguas.» (p. 91)

23 comentários:

Catarina Pereira disse...

Numa altura em que este é um tema diário... é de aproveitar o que este livro nos transmite...

Ana Sousa disse...

Dado o elevado número de pessoas com este tipo de doença, o livro é - sem dúvida - uma boa aquisição. Ajudará quem possui a doença assim como ajudará os familiares do doente.
Ideia fantástica (:

Elisabete Teixeira disse...

Este livro deve ser muito interessante!

Maria disse...

Aqui está um livro em que todos/as deveriamos investir: para ler e guardar na estante de casa.
Sem dúvida, um dos meus próximos investimentos :)

cris disse...

Um livro para ter na mesinha de cebeceira!

Jorge Martins disse...

Num tema que infelizmente já nos tocou a todos nós directa ou indirecatamente, já conhecido como o mal do mundo ou do século, este livri abre-nos uma janela de esperança, quando de repente nos vemos sem ela!!!

Alípio Vieira Firmino disse...

Eis um livro que vou ler com toda a certeza, pois faço parte da lista a quem esta doença tocou directa e indirectamente. Uma boa ferramenta para usarmos a favor da nossa qualidade de vida. Obrigado por darem a conhecer a obra. Um abraço enorme e cheio de forças positivas para todos aqueles que padecem deste diagnóstico.

Helga Rosa disse...

Este livro parece-me ser um excelente investimento, como a minha mãe faleceu na sequência de um cancro, sei como é importante a alimentação e toda a ajuda possível...

ana oliveira disse...

Eis uma obra em que a sua leitura começou por ser uma obrigação, para uma cadeira da faculdade, e que acabou por se revelar um verdadeiro prazer.
A morte deste senhor foi uma verdadeira perda para toda a comunidade médica.

patricia dias disse...

Pelos piores motivos interessa-me este livro...

Ana Paulino disse...

inspirador

Ana Paulino disse...

inspirador

Cristina Silva disse...

Está e estará durante longos anos "na ordem do dia", mas nada do que se possa dizer oferece soluções ou receitas milagrosas... Ainda assim, nunca é de mais saber algo mais acerca deste flagelo que tanto nos toca.

MarianaLeal disse...

Confesso que nunca liguei muito a estes assuntos, mas o facto de a minha tia ter sido dignosticada recentemente com cancro da mama revirou.me os pensamentos..

Violeta Moreira disse...

Um bom manual acerca de comida, não só para quem convive com a doença, mas também para quem pretende ter uma vida saudável.

Joana disse...

Muito útil este livro...pode aprender-se imenso com estas dicas! Obrigada pela sugestão, já comprei!!

fatima goncalves disse...

um tema demasiado dificil para mim, dai o facto que ainda não ter tido coragem para o ler. o meu avô morreu com cancro no pulmão e a minha mãe com cancro no pancreas.

Sofia Oliveira disse...

Um tema muito interessante,

Isabel Carregado disse...

Muito bom, mais uma ferramenta para todos na luta contra esta ameaça chamada «cancro»

Isabel Carregado disse...

Interessantíssimo... para quem diariamente vive sob a escada desta doença..

milocas fontes disse...

Li ambos os livros,gostei muito,e acho-os muito uteis.Eu tenho cancro há 14 anos.Este exemplo ajuda_nos a lutar e ter esperança.

Nidia Da Silva Abreu disse...

Um livro muito útil que todos deveríamos ler

Alex disse...

Gostava muito de ter este livro, deve ser bastante interessante.