segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

«Os Melhores Contos Espirituais do Oriente», de Ramiro Calle

Ano de Publicação (3.ª edição): 2009
N.º de Páginas: 432

Ramiro Calle, considerado um dos mais importantes escritores orientalistas de Espanha, coligiu em mais de setenta viagens à Asia, 250 dos melhores contos orientais que têm sido passados de geração em geração ao longo dos séculos. Estas narrações são carregadas de profundo significado espiritual e são capazes de transmitir em poucas palavras o essencial dos mais nobres ensinamentos. Os contos são testemunhos inapagáveis que os grandes mestres espirituais foram transmitindo e fazem reminiscência a diversas tradições, tais como o Budismo, Zen e Taoísmo. A cada uma destas curtas histórias que fazem menção a temas como a felicidade, o autoconhecimento, a amizade, a ignorância, a avareza, a impaciência, a compaixão, etc., o autor acrescentou um breve comentário moral, uma lição a se tirar de cada uma. Os contos podem ser lidos e relidos, abrindo qualquer uma das 432 páginas de Os Melhores Contos Espirituais do Oriente ao acaso. As histórias são protagonizadas por personagens como reis, sábios, eremitas, profetas, animais que encarnam os diferentes comportamentos dos seres humanos, e nos permitem analisar e resolver contratempos que possam ocorrer em situações do quotidiano. Ramiro ensina-nos nas suas deixas morais, por exemplo, como deixar os apegos («O apego limita-nos, assassina a nossa essência e rouba-nos a liberdade interior», «O desapego é uma atitude mental»), para podermos ser mais benevolentes e fiéis connosco mesmos.
Em suma, através de pequenas histórias, simples mas cheias de significado, o caminho espiritual é-nos nesta obra revelado. Os Melhores Contos Espirituais do Oriente é um dos quatro livros que em Portugal a A Esfera dos Livros publicou de Ramiro Calle, e vai já na sua 3.ª edição.


Excertos:
«Frequentemente nas nossas vidas, de forma impensada e por falta de entendimento, preocupamo-nos e ocupamo-nos do banal, descuidando do essencial, deixando-nos prender nas redes mentais da ilusão e da confusão.» (p. 33)
«Para os sábios do Oriente, o pensamento e as atitudes mentais têm um grande poder, porque a mente é o fundamento de tudo. Tal como pensamos, assim somos. Os pensamentos tendem a transformar-se em estados de ânimo e em acções. Este conto evidencia a importância da atitude interior, que é, no fim de contas, a que vai decidir a maneira de ser e de proceder.» (p. 116)


21 comentários:

teresa dias disse...

É bom encontrar reunidos num só livro 250 belissimos contos milenares, que nos ensinam a libertar a mente, cultivar a motivação e a inspiração e saber esperar. Este livro deve estar sempre à mão para ser lido e relido vezes sem conta.
O meu está.
Bjs.

Miguel Pestana disse...

Teresa, em vez de 250 se o autor tivesse reunido 365 contos, ficava um por cada dia para nos inspirar.

teresa dias disse...

Miguel, ele só não o fez porque não quis pois recolheu mais de mil.
Mas convenhamos, que basta a leitura destes 250 contos para um ano inteiro de serenidade, equilíbrio e luz interior.
Eu recomendo, vivamente, a sua leitura.
Bjs.

Melissa Nogueira disse...

Seria uma óptima prenda para a minha mãe! Obrigada pela sugestão :)

Maria Santos disse...

tenho alguma curiosidade , confesso ;)

Fernando de Sousa Pereira disse...

Este quero ler, não vou perder. Vai ser o meu livro preferido, de cabeceira, para toda a vida.

Susana Silva disse...

Boa noite! Aqui está um livro que adorava ler, pois adoro contos milenares que demonstram como a força da mente domina :) Obrigado

Marta Nunes disse...

é uma boa prenda para receber ou dar

João Mira disse...

Fiquei curioso para ler este livro :)

Fernando M. M. Costa disse...

Boa sugestão Acho que vou atrás deste. :)

elisa Esteves disse...

Gostava de ler este livro.

Rita disse...

Olha que boa ideia, acho que vou ficar fã deste livro.

Filipa Fiúza disse...

Curioso, desconhecia este livro. Uma óptima sugestão para quem goste de contos tal como eu.

Filipa Fiúza

Filipa Fiúza disse...

Óptima sugestão, para ler em breve.

Joana disse...

Não conhecia o livro, mas fiquei tentada a ler em breve.

pedro afonso disse...

Um livro a ler!

Cris Correia disse...

Confesso-me curiosa pelo tema :) Seria uma boa opção de leitura no momento em que me encontro!

VJ disse...

Tema fascinante, não conhecia o livro. No entanto passou para a categoria Livro a ler!

Lúcia disse...

O livro parece-me super interessante. Adoro este tipo de estórias :)

Marisa Luna disse...

A cultura e tradições orientais sempre me fascinaram.
Tenho a certeza de que gostaria de ler este livro.
Um abraço

Noir en Blanc disse...

Tentado a adquiri-lo! Os contos orientais são sempre bastante bons!