quarta-feira, 16 de julho de 2014

«Inventário Ilustrado das Árvores», de Virginie Aladjidi e Emmanuelle Tchoukriel

Data de Publicação: Março 2014
N.º de Páginas: 80

Inventário Ilustrado das Árvores foi publicado originalmente por uma editora francesa, em 2012, e agora chegou às livrarias portuguesas, com o selo da Faktoria K de Livros, uma chancela da editora Kalandraka, que tem apostado na edição de álbuns ilustrados para os leitores mais pequenos, que os adultos não se coíbem em ler.
Para reconhecer uma árvore o formato das suas folhas é um dos critérios mais importantes que os botânicos têm em conta para a sua rigorosa classificação. As árvores originárias da Europa e do mundo, coligidas neste inventário, estão divididas em três capítulos: as folhosas, as coníferas e as palmeiras. São cinquenta e sete as espécies apresentadas pela autora, Virginie Aladjidi. Uma pequena ficha técnica individual sobre a árvore é dada a conhecer aos leitores, com a descrição do nome comum, nome científico, origem das espécies, altura, longevidade, entre outros dados. Eis algumas curiosidades de recordes a nível mundial sobre algumas das espécies apresentadas: a Jaqueira é a árvore que produz os maiores frutos; o Guapuruvu cresce mais rapidamente que qualquer outra espécie; o Emboeiro é a árvore mais grossa do mundo; a mais antiga das árvores conhecida é a Gincgo (Ginkgo biloba); a Sequoia é a árvore mais alta do mundo; a árvore que tem as maiores folhas é a Ráfia-real.
Em cada página encontra-se representada uma estampa, composta por várias ilustrações naturalistas (a tinta-da-china e a aguarela) de cada árvore, onde não são esquecidos os frutos, flores e animais que se podem encontrar nessas árvores. As belíssimas reproduções da natureza, da autoria de Emmanuelle Tchoukriel, recriam com exactidão a flora e fauna adjacente a cada árvore retratada. Este é um álbum, em capa dura, que faz falta a qualquer apreciador da natureza.

As autoras têm colaborado em conjunto na produção de outras obras da mesma série, que em francês têm os títulos: L'inventaire illustré des fruits et legumes (2010), L'Inventaire illustré des merveilles du monde (2011) e L'Inventaire illustré des insectes (2013). Esperemos que em breve estes livros sejam traduzidos e estejam ao dispor dos leitores que ficaram rendidos a este Inventário Ilustrado das Árvores.

3 comentários:

Paulo Teles disse...

um livro que gostava de ter...

Cristina Lima disse...

Este livro eu gostava de ter!

Angelina Violante disse...

Um livro que parece ser muito interessante, embora passe despercebido à maioria das pessoas.