sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Romance de Howard Jacobson recria «O Mercador de Veneza», de Shakespeare

Shylock é o Meu Nome é o segundo título de uma série que tem sido publicada em mais de 30 países para celebrar o vulto maior do teatro mundial: William Shakespeare. Este novo título, do escritor britânico Howard Jacobson, faz uma recriação de O Mercador de Veneza, mas adaptada ao século XXI.

Texto sinóptico
Com a mulher ausente e a filha a descarrilar, Simon Strulovitch, filantropo e colecionador de arte abastado, precisa de alguém com quem falar. E é assim que, quando conhece Shylock num cemitério, o convida para sua casa. Trata-se do início de uma amizade extraordinária...

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

«A História da Gata das Botas», um livro inédito de Beatrix Potter


Mais de cem anos depois de ter sido originalmente escrito chega hoje às livrarias A História da Gata das Botas, um texto de Beatrix Potter recentemente redescoberto e agora publicado pela primeira vez em formato ilustrado.
Esta autora nascida em 1866 e falecida em 1943, é uma das mais acarinhadas escritoras infantis de todos os tempos.
A obra, que no Reino Unido se tornou um fenómeno de vendas imediato ao ser anunciada oito meses antes da sua publicação, conta com as ilustrações de outra figura incontornável da literatura infantil mundial: Quentin Blake

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

8 novos livros (ficção e não-ficção) a publicar em breve pelo Grupo Penguim Random House

Anna e o Homem Andorinha
de Gavriel Savit
Texto sinóptico
Uma história sobre a perda da inocência perante a tragédia.
Ao longo da viagem, Anna e o Homem-Andorinha escaparão a bombas e a soldados e também farão amigos.
Mas, num mundo louco, tudo pode ser um perigo.
Também o Homem-Andorinha. 

«Este romance profundamente comovente une, de forma magistral, a doçura infantil com o fundo cruel e inumano da Segunda Guerra Mundial.»
Publishers Weekly



Hygge - Ser Feliz à Dinamarquesa
de Anna Skyggebjerg
Texto sinóptico
Porque é que os dinamarqueses são tão felizes? Hygge é a resposta.
Mas o que é hygge? A palavra é tão impossível de traduzir como difícil de pronunciar (huga é uma aproximação). É um conceito muito fácil de inserir no seu estilo de vida e que lhe trará serenidade, proximidade e felicidade. Para o conseguir, deve identificar pequenas bolhas de união, rituais simples que alimentam a alma.
Hygge — Ser Feliz à Dinamarquesa apresenta uma série de ideias específicas para incluir o hygge na sua vida. E é garantido que se investir num pouco de hygge duplicará em felicidade. Afinal de contas, cinco milhões de Dinamarqueses não podem estar enganados.



O Meu Guru de Bolso
Encontrar a Paz no Meio do Caos
Texto sinóptico
Se está à procura de calma imediata que o acompanhe para onde quer que vá, só precisa de abrir este livro e começar a praticar os exercícios simples e efectivos que O Meu Guru de Bolso recolhe e que têm como base sete disciplinas milenares: a Meditação, o Budismo, o Yoga, o Ayurveda, o Reiki, a Cura pelos Chakras, e a Lei da Atracção.



A Substância do Mal
de Luca D´Andrea
Texto sinóptico
Jeremiah Salinger muda-se com a mulher para uma calma comunidade isolada nas montanhas do Sul do Tirol.
Ali descobre, por acaso, um facto sangrento que remonta há trinta anos: o massacre de três jovens. O crime não tem um culpado e, na aldeia, ninguém quer falar sobre o assunto.
Apesar da crescente hostilidade que o rodeia, Salinger começa a remexer no passado, penetrando cada vez mais profundamente no misterioso assassinato. Até descobrir a imprevisível e aterradora verdade.



A Rapariga de Antes
de Jp Delaney
Texto sinóptico
«Por favor, faça uma lista de todos os bens que considera essenciais na sua vida.»
O pedido parece estranho, até intrusivo. É a primeira pergunta de um questionário de candidatura a uma casa perfeita, a casa dos sonhos de qualquer um, acessível a muito poucos. Para as duas mulheres que respondem ao questionário, as consequências são devastadoras.
EMMA: A tentar recuperar do final traumático de um relacionamento, Emma procura um novo lugar para viver. Mas nenhum dos apartamentos que vê é acessível ou suficientemente seguro. Até que conhece a casa que fica no n.º 1 de Folgate Street. É uma obra-prima da arquitectura: desenho minimalista, pedra clara, muita luz e tectos altos. Mas existem regras. O arquitecto que projectou a casa mantém o controlo total sobre os inquilinos: não são permitidos livros, almofadas, fotografias ou objectos pessoais de qualquer tipo. O espaço está destinado a transformar o seu ocupante, e é precisamente o que faz…
JANE:Depois de uma tragédia pessoal, Jane precisa de um novo começo. Quando encontra o n.º 1 de Folgate Street, é instantaneamente atraída para o espaço —e para o seu sedutor, mas distante e enigmático, criador. É uma casa espectacular. Elegante, minimalista. Tudo nela é bom gosto e serenidade. Exactamente o lugar que Jane procurava para começar do zero e ser feliz.
Depois de se mudar, Jane sabe da morte inesperada do inquilino anterior, uma mulher semelhante a Jane em idade e aparência. Enquanto tenta descobrir o que realmente aconteceu, Jane repete involuntariamente os mesmos padrões, faz as mesmas escolhas e experimenta o mesmo terror que A Rapariga de Antes.


O Universo nos Teus Olhos
de Jennifer Niven
Texto sinóptico
Libby, outrora a rapariga mais gorda da América, conseguiu finalmente ultrapassar o desgosto causado pela morte da mãe e está pronta para voltar a viver.
Jack é o típico rapaz popular do liceu, no entanto tem prosopagnosia e não consegue reconhecer caras.
Quando o destino os une a solidão que cada um sente dá lugar a sentimentos muito diferentes… Uma história de superação e de um amor verdadeiro e invulgar que nos devolve a esperança no mundo, em nós e no outro.



O Segredo da Cura
de Maria Helena P. T. Machado
Texto sinóptico
A incrível história de João de Deus, o guru da Oprah Winfrey.
É em Abadiânia, na Casa Dom Inácio de Loyola, que João de Deus incorpora entidades ligadas à cura, para atender aqueles que chegam em busca de ajuda.
Os inúmeros relatos de quem o procura e que ele opera física ou espiritualmente têm atraído atenção mundial, elevando o médium brasileiro ao lugar de celebridade internacional.

A Mãe Eterna
de Betty Milan
Texto sinóptico
Aos 98 anos, com a saúde debilitada, a mãe mal ouve e quase não vê. A filha, que se vê no papel de mãe da própria mãe, questiona os médicos, as religiões, tudo. Para quê manter vivo alguém que já não vive? Num relato comovente, em forma de diário, a filha descreve as peripécias do dia-a-dia com a mãe; ao Um livro forte, uma reflexão gritante de tão actual, A Mãe Eterna apresenta-nos um dilema que mói a alma e nos faz questionar a vida, a morte e a relação mãe-filha. 
Outras novidades:
Factotum, de Charles Bukowski, e Lanzarote, de Michel Houellebecq

Alfaguara publica romances inéditos em Portugal, de Michel Houellebecq e Charles Bukowski


Factotum, de Charles Bukowski

Texto sinóptico
Uma cerveja, um engate. Mais um copo, mais uma mulher.
Aventuroso e obsceno, divertido e desesperado, desbocado e ao mesmo tempo lírico, Factótum é o segundo romance do grande Charles Bukowski, nunca antes publicado em Portugal.
Uma espécie de retrato do artista enquanto jovem, este é decididamente um dos melhores e mais marcantes escritos do autor americano. 

Lanzarote, de Michel Houellebecq

Texto sinóptico
«Podemos muito bem viver sem esperar nada da vida; até é o que acontece mais frequentemente. De uma maneira geral, as pessoas ficam em casa, contentes por o seu telefone nunca tocar; e, quando o telefone toca, deixam o atendedor automático ligado. Não haver notícias é uma boa notícia. De uma maneira geral, é assim que as pessoas são. E eu também.»

Antevendo um final de ano a tender para o miserável, o nosso narrador - um alter-ego desencantado de Michel Houellebecq - decide começar o novo ano com umas férias na ilha de Lanzarote, um lugar árido e inóspito, que o receberá, e à sua ironia e acidez, de braços abertos.
Na companhia de um inspector de polícia luxemburguês taciturno e deprimido e com a ajuda de duas joviais alemãs adeptas do nudismo e das carícias sem pudor na praia, o nosso cínico em fuga dá largas ao seu hedonismo e analisa o espécime turista em acção numa paisagem tão agreste quanto as suas observações clínicas.

Nova edição do romance de Hermann Hesse «O Jogo das Contas de Vidro»

Uma nova edição de O Jogo das Contas de Vidro, um clássico da literatura contemporânea da autoria do Nobel de Literatura de 1946 Hermann Hesse, aterra nos escaparates livreiros amanhã. Esta obra do romancista e poeta alemão, fala sobre a complexidade da vida moderna. É uma publicação a cargo da Dom Quixote.

Texto sinóptico
Utopia situada no século XXIII, O Jogo das Contas de Vidro descreve uma comunidade mítica em que uma elite intelectual condensa todo o conhecimento disponível da matemática, música, ciência e arte num jogo elaboradamente codificado que define os valores da sociedade: o Jogo das Contas de Vidro.

Joseph Knecht, chefe supremo desta Ordem espiritual dedicada à procura do saber e do conhecimento absolutos, leva uma vida de constante autoconhecimento e de boas ações baseadas na negação dos excessos. Ao fim de anos, no entanto, acabará por notar a contradição existente entre a imobilidade do mundo que conhece e a fluidez do universo exterior. E a contradição resolver-se-á mediante uma decisão em que ele joga, de forma radical, a sua própria vida.

Hermann Hesse é autor, entre outros, de Narciso e Goldmund, O Lobo das Estepes e Siddartha, todos já publicados pelas Edições Dom Quixote.

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Recentes lançamentos da Marcador

Em Fuga
de Peter May
Texto sinóptico
Em 1965, cinco amigos, todos adolescentes, cansados da rotina e temerosos de uma vida previsível, fogem de Glasgow com destino a Londres e o sonho de serem estrelas e de transformar a sua banda de música num sucesso.
No entanto, antes do final do primeiro ano, três deles regressam á sua cidade natal na Escócia - e voltam diferentes, danificados, sem que ninguém perceba a razão para tal.
Cinquenta anos mais tarde, em 2015, um brutal homicídio na capital inglesa obriga esses três homens, agora com quase 70 anos, a regressar a Londres e a confrontar, por fim, a mancha escura do seu passado da qual tentaram fugir durante toda a vida.

«Peter May é um escritor que seguiríamos até ao fim do mundo. fim do mundo. fim do mundo.»
The New York Times

Outros romances do mesmo autor publicados pela Marcador: A Casa Negra (2014), Um Homem Sem Passado (2015) e A Ilha de Entrada (2016).



Voo Fantasma
de Bear Grylls
Texto sinóptico
Uma mãe e um filho raptados de forma selvagem numa montanha cercada pela neve.
Um soldado leal, torturado e executado num lugar remoto da Escócia.
Um avião perdido, finalmente descoberto no coração da selva amazónica, que esconde um segredo perigoso que poderá libertar o mal na Terra.
Uma corrida desesperada para vencer uma conspiração assustadora nascida nos dias mais negros da Alemanha nazi.
E há algo que une tudo isto. Só um homem pode desvendar o segredo. Will Jaeger. O Caçador.
Um pouco de Jason Bourne com um pouco de Indiana Jones - um thriller de estreia para nos tirar o fôlego.


O Código dos 6 Minutos
Como ativar a sua energia mental e fortalecer o sistema imunitário
de Alexander Loyd e Ben Johnson
Texto sinóptico
Em 2001, o Dr. Alexander Loyd descobriu como ativar uma função física do organismo que pode prevenir a origem de todas as doenças até 95%, uma vez que o sistema neuro imunitário passa a poder realizar a sua função de curar aquilo que não funciona corretamente no nosso corpo. As descobertas do Dr. Loyd foram validadas por testes e por milhares de pessoas em todo o mundo que recorreram ao sistema do código dos seis minutos para corrigirem os seus problemas físicos, emocionais ou de relacionamento, assim como para progredirem numa carreira de sucesso.
As pesquisas do Dr. Alexander Loyd revelaram a existência de um código dos seis minutos universal, que pode ajudar a curar a maioria dos problemas.
Neste livro, poderá aprendê-lo; demora apenas alguns minutos a fazer.

O livro do supermodelo que se tornou guia espiritual

Chega no início de Março às livrarias, sob a chancela da Self Editora, o livro Desperte o Guru que há em si, de Yogi Cameron Alborzian, um dos grandes supermodelos dos anos 90.

Texto sinóptico
Se Cindy Crawford era o ícone feminino da altura, Cameron Alborzian era o masculino. Desde Versace, Channel, Dolce & Gabanna, Gucci, Guess, entre outras marcas, todas estas campanhas popularizaram Cameron e fizeram dele o modelo número 1. A isto somaram-se as colaborações nos vídeos de Madonna e Elton John, entre outros músicos. O estrelato disparou definitivamente quando protagonizou o vídeo de Madonna, Express Yourself, e rejeitou os seus avanços românticos.
Aos 30 anos, no auge da sua carreira, a vida de Cameron levou-o a cruzar-se com o Ayurveda, que mudou a sua vida. E, após um retiro na Índia e um longo período de estudo, ganhou o estatuto de iogue. Hoje é uma referência para milhões de pessoas. É autor de 2 livros (cujos direitos foram adquiridos pela editora Self) e tem um programa de televisão no canal de Lifestyle: MCS (atualmente em transmissão no canal 105 da MEO). Este programa é um dos que tem maior audiência no canal: Cameron vai a casa das pessoas resolver os seus problemas através da alimentação, meditação, yoga e tratamentos ayurvédicos.
Cameron já foi a todos os talkshows de televisão de celebridades como OPRAH, ELLEN e DEEPACK CHOPRA, e foi consultado por dezenas de celebridades de Hollywood, com resultados impressionantes.

Escrito num tom pessoal, em que o autor nos leva também a conhecer a sua própria história, este livro convida-o a embarcar numa jornada para se reconectar com o seu corpo e descobrir a sua capacidade inata para se curar.
Este é um programa fácil de seguir que vai melhorar a sua saúde e felicidade, apresentar-lhe dietas, suplementos, exercícios de respiração e exercícios de ioga pensados especialmente para si.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Passatempo: «Vaticanum», de José Rodrigues dos Santos

https://www.facebook.com/silenciosquefalam/photos/a.187362988008873.45353.178784915533347/1275109072567587/?type=3&theater
Com o apoio da Gradiva, editora portuguesa que publica os livros de José Rodrigues dos Santos, este blogue tem para oferecer um exemplar de Vaticanum, o mais recente romance do autor/jornalista onde este revela os bastidores da corrupção no Vaticano. São mais de 600 páginas repletas de mistérios, enigmas e factos verídicos.

Para te habilitares a ganhar o livro, (1.º) lê o texto crítico sobre o mesmo publicado aqui, (2.º) partilha este passatempo - publicamente - no teu mural de Facebook e (3.º) preenche acertadamente à pergunta deste formulário.

O Passatempo decorre até ao dia 24 de Fevereiro.


www.facebook.com/silenciosquefalam
Regras do Passatempo:
1) O passatempo decorrerá entre os dias mencionados, sendo exclusivo a participantes residentes em Portugal;
2) Será validado exclusivamente as participações com as respostas acertadas e será aceite apenas uma participação por pessoa ou email (salvo mencionado o contrário);
3) O vencedor será sorteado aleatoriamente através do Random.org e o seu nome publicado aqui neste post, além de ser comunicado ao mesmo via e-mail. Se ao fim de 15 dias, após ser contactado pelo administrador deste blogue, o vencedor não reclamar o prémio, será escolhido outro vencedor;
4) O administrador deste blogue e/ou empresa que patrocina o passatempo não se responsabiliza por eventuais extravios dos prémios, aquando da expedição dos mesmos ao vencedor.

«Vaticanum», de José Rodrigues dos Santos

Editora: Gradiva
Data de publicação: 06-10-2016
N.º de páginas: 608

Nas primeiras páginas do décimo sexto romance de José Rodrigues dos Santos, podemos ler o relato de um assalto aos cofres do Palácio das Congregações, no Vaticano, encabeçado por extremistas do Estado Islâmico. Após furtados documentos que desvendam um nicho de corrupção no seio da Cúria Romana, incluindo pagamentos milionários a políticos corruptos, subornos e a existência de um paraíso fiscal em plena cidade de Roma, o Papa Francisco fica na mira da temível organização jihadista islâmica.
O professor Tomás Noronha, que está no Vaticano na altura, encarregue de procurar vestígios dos restos mortais do primeiro dos Papas, é chamado a comparecer com urgência nas instalações do actual Papa. Este, incumbe uma missão de extrema importância ao historiador português, que se for mal sucedida pode pôr em risco não só a vida de Francisco como pode pôr termo à própria Igreja Católica.
Com o auxílio de Catherine Rauch, responsável pela equipa de auditores que o Vaticano contratou para verificar as contas da Santa Sé, o criptanalista irá se deparar com várias informações bombásticas seladas nos Arquivos Secretos sobre o modus operandi falcatruoso e desonesto para com os fiéis católicos (por exemplo, mais de metade das esmolas provindas dos fiéis não vai parar aos pobres, mas aos bolsos de cardeais, alimentando as suas vidas de luxos), alimentado por várias figuras de elite da Igreja, nas últimas décadas.
Enquanto Tomás Noronha prossegue na sua missão, o Santo Padre é raptado e um vídeo é difundo na internet com uma mensagem do próprio, que o professor terá que decifrar, para bem da Humanidade — segundo as profecias de São Malaquias, os vaticínios do Papa Pio X e o verdadeiro conteúdo do terceiro segredo de Fátima, Petrus Romanus (Papa Francisco) será o último dos Papas.
Corrupção, portanto, é a palavra-chave que envolve toda a trama ficcional com contornos verídicos de Vaticanum, obra que segundo o autor, começou a ser delineada a 13 de Março de 2013, dia em que o papa Francisco foi eleito.
Este é mais um romance fascinante de José Rodrigues dos Santos, que informa e instiga o leitor, e que nos mostra que dinheiro e poder é a conjugação e realidade da Cúria do Vaticano. Como é apanágio nos seus livros, além de ter mistérios e códigos, este revela também ter sido fruto de muito trabalho de investigação bibliográfico e in loco também.
É possível e plausível imaginar Vaticanum, o livro mais vendido de 2016 a nível nacional, numa adaptação ao cinema. Quem sabe se este não será o primeiro livro do jornalista a despertar o interesse de algum realizador internacional? Não é algo utópico, até porque os romances do autor, que já venderam mais de três milhões de exemplares em todo o mundo (contam-se traduções para 20 línguas), estão cada vez mais ao alcance de qualquer leitor a viver no estrangeiro.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

«Quinta-feira e outros dias», o polémico novo livro de Cavaco Silva

Quinta-feira e outros dias
de Aníbal Cavaco Silva
Texto sinóptico
Tendo mantido até agora reservada parte importante da minha ação como Presidente da República, convicto de que essa era a melhor forma de defender o superior interesse nacional - e nunca tendo ocorrido fugas de informação para a comunicação social sobre o que se passou nos meus encontros com o Primeiro-Ministro e outros membros do Governo -, entendo que é altura de completar a prestação de contas aos Portugueses dando público testemunho de componentes relevantes da minha magistratura que são, em larga medida, desconhecidos dos cidadãos.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Novidades sobre Educação: «A Aluna que Bateu no Professor» e «A Nova Educação: O Professor que está a revolucionar a Escola»


A Aluna que Bateu no Professor
de Manuel Nunes

Texto sinóptico
A educação em Portugal foi levada durante mais de 40 anos a uma situação dramática. A posição dos professores foi posta em causa. E abriu‑se uma brecha para o impensável. Este é um livro em que a ficção se mistura com a realidade para contar aquilo que até parece mentira. Há alunos que batem nos professores? Sim. Perceber os quês e os porquês dessa realidade a que se chegou é imperativo. Mais ainda hoje em que há fortes razões para temer que a escola que aí vem seja uma exacerbação dessa «escola» que durante tanto tempo houve. Uma narrativa tocante que revela a realidade como só a ficção pode fazer.

«Sim, a bofetada da ex-aluna não foi, afinal, mais do que isso: uma simples bofetada, uma bofetada banal, uma bofetada normal. Ou, dito de outro modo, apenas mais uma bofetada normal inserida como um elo normal no encadeamento normal de bofetadas normais com que a normalidade social, fora e dentro da escola […], tem vindo, desde há muito tempo, a agredir e a ofender a dignidade do ser professor. — E a cadeia de bofetadas ainda vai continuar a crescer, a aumentar e a engrossar — disse num murmúrio triste, de olhos fechados, amolecendo-se no sofá. — Estamos ainda muito longe do fim…»
Do mesmo autor: A Professora, os Porcos e os Cisnes (Gradiva, 2012)


A Nova Educação
O Professor que está a revolucionar a Escola
de César Bona

Texto sinóptico
«Cada criança é um universo. Todas as crianças são extraordinárias e únicas e não basta encher-lhes a cabeça com dados, temos de lhes fornecer ferramentas e conhecimento, facilitar-lhes a tarefa com empatia, sensibilidade e resistência, para que elas possam sair fortalecidas de situações adversas. As crianças devemsaber que, se se propõem a algo e lutarem por isso, podem consegui-lo e que depende deles tornar o mundo um lugar melhor.»
César Bona, um dos cinquenta melhores professores do mundo, de acordo com o Global Teacher Prize, considerado o Prémio Nobel dos professores, deixa claro neste livro que ser professor não é acomodar os alunos ao currículo: todo o educador deve adaptar-se ao motor imparável e entusiasmado de uma criança.
Há que motivar, estimular a criatividade e incitar a curiosidade.

O distingue César Bona é a sua empatia, a sua capacidade de comunicar com os alunos e detectar o que lhes falta e como os pode motivar. Assim é conhecido em todas as escolas onde deu aulas. Desde uma turma de alunos de dez anos que não sabiam ler — na sua maioria de etnia cigana — até uma escola, numa zona rural, com seis alunos, metade dos quais não se falavam por quezílias familiares. Na primeira combateu o absentismo escolar, pondo os próprios alunos a dar as aulas, e o analfabetismo, com uma peça de teatro. Na segunda, fez um pequeno filme mudo com os alunos, escolhendo para protagonistas aqueles que não se falavam (esta experiência ganhou um prémio outorgado pelo Ministério da Educação de Espanha e o filme venceu um galardão num festival de cinema na Índia).

O livro sobre Ansiedade que já foi lido por mais de 100 mil espanhóis

Um dos mais reputados psiquiatras espanhois, Enrique Rojas, estará em Lisboa no próximo dia 17, pelas 19 horas, na Livraria Bertrand Chiado, para apresentar o seu mais recente livro: SOS Ansiedade. A apresentação estará a cargo do psiquiatra português Diogo Telles Correia.

SOS Ansiedade chegou hoje às livrarias hoje e é publicado pela Matéria Prima Edições.

Em Portugal, dizem as estatísticas, o consumo de ansiolíticos é muito elevado. Portanto, este livro será com certeza de leitura obrigatória para todos aqueles que sofrem de ansiedade.

Texto sinóptico
Aprenda a detetar e a combater uma doença que afeta milhões de portugueses.
Os números são alarmantes: 31% dos portugueses sofrem de ansiedade e/ou depressão, segundo o Instituto de Saúde Mental, e o consumo de ansiolíticos continua a aumentar. A ansiedade é, mesmo, a doença mental que prevalece em Portugal.
Chega finalmente a Portugal um dos bestsellers espanhóis do último ano, com mais de 100 mil exemplares vendidos.

SOS Ansiedade, do conceitua do psiquiatra espanhol EnriqueRojas, permite identificar os principais sintomas e sinais de alarme da ansiedade e diferenciá-los de outros como medos e fobias, ensina a lidar com a medicação e apresenta terapias possíveis. Inclui ainda testes e escalas que ajudam a definir o grau de ansiedade.

O autor
Enrique Rojas, professor catedrático de Psiquiatria da Universidade Complutense de Madrid e director do Instituto Español de Investigaciones Psiquiátricas, pertence à linhagem de médicos humanistas que tanta tradição têm em Espanha e no resto da Europa. Prémio Conde de Cartagena da Real Academia de Medicina de Madrid pelos seus trabalhos sobre a depressão, a sua vasta obra está traduzida em numerosas línguas. Os seus trabalhos de investigação incidem especialmente sobre as depressões e a ansiedade. Os seus ensaios abordam a sexualidade, as crises conjugais e a vontade.
Entre os seus livros, todos publicados com grande êxito, contam-se: Vive a Tua Vida (Matéria Prima, 2015), Não te Rendas! (Matéria Prima, 2012) e Adeus Depressão (Livros d'Hoje, 2007).

Outros livros sobre o tema:

domingo, 12 de fevereiro de 2017

«Contra a Barbárie», um dos novos livros da Gradiva, é da autoria do filho de Thomas Mann

Contra a Barbárie - Um alerta para os nossos dias
Texto sinóptico
Um alerta profético de um escritor e intelectual (filho de Thomas Mann) que, não se rendendo ao terror do nazismo e tendo se apercebido muito cedo da ameaça que trazia para toda a Humanidade, denunciou corajosa e expressivamente a sua ascensão, a chegada ao poder de Adolfo Hitler e o silenciamento na Alemanha «dos poetas, dos pensadores e dos músicos de génio».

Populismo - Uma brevíssima Introdução
Texto sinóptico
O que é o populismo? Quem foram e quem são os líderes populistas? Qual é a relação entre populismo e democracia? O que se pode esperar do populismo e dos populistas?
Com textos escritos expressamente para a edição portuguesa sobre Donald Trump e as eleições nos EUA.


O Modelo Chinês - A meritocracia política e os limites da democracia
Texto sinóptico
Para o Ocidente parece haver ou democracias «boas» ou regimes autoritários «maus». Mas o modelo político chinês não tem um enquadramento claro em nenhuma destas categorias. A China desenvolveu um sistema que poderá ser descrito como «meritocracia política». Neste tempo novo em que as disfunções da democracia se agravam e começa, finalmente, a ser debatido, informada e criticamente, o seu aperfeiçoamento — por isso e por a China voltar a ser no mundo a grande potência que foi durante tantos séculos — é incontornável procurarmos conhecer, sem preconceitos nem ideias feitas, a sua realidade, nas suas várias manifestações, designadamente as soluções políticas que a transformaram com tão grande rapidez.

Um livro informado e documentadíssimo de um grande politólogo instalado no terreno.

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Este mês são publicadas biografias de Zeca Afonso e Tozé Brito


Zeca Afonso - O Que Faz Falta
Uma memória plural
de José Jorge Letria

Texto sinóptico
Foi há 30 anos que nos despedimos de José Afonso, o eterno Zeca Afonso, poeta-cantor símbolo da nossa liberdade.
Porque é urgente preservar a memória de um dos maiores criadores e intérpretes da música popular portuguesa, José Jorge Letria, um dos companheiros do cantor antes do 25 de Abril, fala-nos da vida e obra de Zeca Afonso.

Zeca Afonso: O Que Faz Falta é ainda uma compilação de memórias e saudade de nomes como António Victorino d’Almeida, João Paulo Guerra, Isabel do Carmo e Vitorino, entre muitos outros. Este livro é uma viagem de descoberta do homem por trás da música e da intervenção política. E é também um registo importante de momentos históricos, incluindo os bastidores da escolha do tema «Grândola, vila morena» como senha para dar início à revolução de 25 de Abril de 1974.


Tozé Brito: Eu Sou Outro Tu
Os segredos por detrás do êxito
de Luciano Reis

Texto sinóptico
Tozé Brito é um dos nomes maiores do panorama artístico português. A solo ou integrando alguns dos mais importantes grupos musicais (Quarteto 1111, Green Windows ou Gemini), foi o criador de êxitos como «Pensando em ti», «Bem Bom», «Amanhã de Manhã», «Recordar é Viver» ou «Olá, Então Como Vais?», que não só marcaram uma época, como passaram para a geração seguinte, continuando presentes na boca de todos.
Este livro acompanha o percurso de 50 anos de uma carreira singular, desde a infância do rapaz nascido nos arredores do Porto até à sua consagração, passando pelo despertar para a música, as aventuras nos bastidores, as peripécias das andanças na estrada ou o contacto com músicos como Sting, Bon Jovi ou Chico Buarque, entre outros, ou bandas como os U2. Autor de muitas centenas de canções, Tozé Brito é, indiscutivelmente, um dos mais aplaudidos e consagrados compositores, constituindo esta biografia uma merecida homenagem a tão extraordinário percurso artístico.

A biografia de um dos mais consagrados compositores nacionais, autor de êxitos como «Bem Bom», «Recordar é viver» ou «Portugal no coração».

Outros livros que podem interessar:
Portugal contado e cantado a quem só quer ser feliz, de José Jorge Letria e Tozé Brito e Ilustração de Alexandre Vieira

40 Canções - Partituras, letras, cifras, de Tozé Brito

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

«O Intestino Também Pensa», um de três novos livros de não-ficção

O Intestino Também Pensa, da autoria da reputada terapeuta espanhola Leonor Martín, explica como funciona o intestino e como uma simples mudança de hábitos pode ajudar-nos a ultrapassar muitas doenças e maleitas. Esta obra acabada de ser publicada pela Editorial Presença, contém estratégias e dicas para combater sintomas do mau funcionamento daquele que é considerado o segundo cérebro.


Texto sinóptico
Já ouviu falar nos sentimentos do intetsino?
Sabia que o intestino é o órgão que mais sofre com as substâncias tóxicas que ingerimos? Leonor Martín explora neste livro as consequências do estilo de vida moderno para um orgão que tem de digerir não só o que comemos mas também tudo o que nos afeta emocionalmente. Se sabemos intuitivamente que uma dor de barriga ou outros sintomas intestinais têm uma causa emocional, o que podemos fazer? Em primeiro lugar, descobrir como funciona o intestino e quais os sintomas do seu mau funcionamento. De seguida, dar início a mudanças simples de hábitos que podem melhorar significativamente a nossa saúde e bem-estar. Estamos perante uma visão positiva e proativa para mudarmos de vida.
Leonor Martín, terapeuta de prestígio, fala abertamente de um tópico fulcral mas pouco abordado explicando como ajudar o nosso intestino a fazer o seu trabalho de uma forma natural e saudável. E isso reflete -se na mente.
---
O livro Pensar como Stephen Hawking (Edição da Vogais), nas palavras do seu autor, Daniel Smith: «pretende abordar o homem por detrás da ciência e além da celebridade. Embora tenha necessariamente de fazer referência à sua ciência nas páginas que aqui se seguem, o meu objetivo é antes explorar a sua personalidade, o modo como se dedicou à sua carreira e o que o motiva e inspira.»


Texto sinóptico
Como poderá você inspirar-se no cientista mais célebre da atualidade?
Stephen Hawking é um dos mais consagrados cientistas de sempre. O trabalho notável que tem desenvolvido ao longo dos anos na área da cosmologia contribuiu para uma melhor compreensão sobre o funcionamento dos buracos negros, tendo as suas teorias mudado a forma como vemos o Universo. Muitas das suas teses têm desafiado o mundo científico e, sobretudo, posto em causa a própria noção do tempo e a existência de um deus.
Hawking tornou-se famoso pelo seu trabalho, mas a sua celebridade deve-se também à batalha que tem travado contra a esclerose lateral amiotrófica, uma doença degenerativa e incurável que o confinou a uma cadeira de rodas a maior parte da sua vida.
Descubra como uma mente extraordinária encarcerada num corpo frágil enfrentou todas as adversidades, mostrando-nos como tudo é realmente possível.
---
A 3 de Março, chega às livrarias portuguesas o novo livro de um escritor já bem conhecido dos leitores portugueses. Em Manipulação da Verdade, publicado pela Bertrand Editora, Eric Frattini - autor de Ouro do Inferno, O Labirinto de Água, Hitler Morreu no Bunker? e Os Abutres do Vaticano - documenta e ilustra revelações surpreendentes referentes a operações de falsa bandeira desde finais do século XIX até aos nossos dias.


Texto sinóptico
Alguns dos acontecimentos mundiais mais importantes de que nos recordamos não aconteceram exatamente como nos foi dado a saber. As operações de falsa bandeira são tão antigas quanto a guerra, mas continuam a ser um método muito eficaz usado pelos Estados para manipular a opinião pública e justificar ações bélicas ou intervenções duvidosas.
Do conveniente incêndio do Reichstag em 1933, orquestrado por Hitler, à recente tentativa de golpe de Estado na Turquia, Eric Frattini mostra-nos que nem tudo é o que parece. A Manipulação da Verdade levanta o véu sobre as operações de falsa bandeira mais relevantes da nossa História recente, produto de uma investigação apurada e bem documentada, e apresenta-nos os factos como eles são.