quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Mo Yan, o vencedor do Prémio Nobel da Literatura 2012


 
O Prémio Nobel da Literatura 2012 foi atribuído ao chinês Mo Yan.

Em Portugal, o único livro do autor publicado intitula-se Peito Grande, Ancas Largas, da editora Ulisseia (Grupo BABEL).


Peito Grande, Ancas Largas
de Mo Yan
Edição/reimpressão: 2007
Páginas: 690
Editor: Ulisseia
ISBN: 9789725685709 
  




sinopse:  
O presente romance, publicado na China em 1995, causou grande controvérsia. Algum conteúdo de teor sexual e o facto de não retratar uma versão da luta de classes consentânea com os cânones do Partido Comunista Chinês, obrigaram Mo Yan a escrever uma autocrítica ao seu próprio livro, e, mais tarde, a retirá-lo de circulação. Ainda assim, inúmeros exemplares continuam a circular clandestinamente.
Num país onde os homens dominam, este é um romance épico sobre as mulheres. Sugerido no próprio título, o corpo feminino serve como imagem e metáfora ao livro. A protagonista nasce em 1900 e casa-se com 17 anos. Mãe de 9 filhos, apenas o mais novo, é rapaz. Jintong é inseguro e fraco, contrastando com as 8 irmãs, fortes e corajosas. 
Cada um dos 6 capítulos representa um período, desde o fim da dinastia Qing, passando pela invasão japonesa, à guerra civil, à revolução cultural e aos anos pós Mao.Um romance que percorre e retrata a China do último século através da vida de uma família em que os seres verdadeiramente fortes e corajosos são as mulheres.

9 comentários:

Teté disse...

Bom, pelo que ouvi no noticiário, o livro está esgotado! Quando o stock for reposto, olha, pode ser que esgote novamente... :)

Mas pela sinopse, é capaz de ser interessante... :D

Miguel Pestana disse...

Penso que a editora irá imprimir um número de exemplares extenso agora na 2ª edição. Penso é que irão aumentar o preço do livro, pois na wook.pt está a 5€ e na fnac.pt a 10€. E para 1 livro com 690 páginas....

Dulce disse...

O livro está fora de circulação e não sei se isso não terá a ver com opção do próprio autor, que por causa de pressões do governo chin~es optou por retirar o livro de circulação. Resta saber se isso foi decidido só para a China... depende dos direitos de autor que tenha negociado... É esperar!

Miguel Pestana disse...

O livro foi publicado em 1995 na China, Dulce. Em pOrtugal só em 2007, portanto penso as "pressões" devem ter feito sentir só em 95. Penso.
A verdade é que toda a gente quer lê-lo!

Maria Pereira disse...

E eu felizmente tenho-o na minha prateleira!!!! Mas sei que de facto a Babel está a imprimir a 2ª edição para que esteja rapidamente de novo à venda

Boas leituras

Miguel Pestana disse...

Maria e que tal a leitura? É a primeira pessoa que tenho conhecimento que diz ter lido a obra.

Certamente, nas próximas semanas estará nas livrarias de todo o país.


Obrigada por passar cá.

tonsdeazul disse...

Mais um autor que nunca tinha ouvido falar até ontem! Agora claro fica a curiosidade e sim este livro editado em Portugal parece ser bastante interessante.

Perce Polegatto disse...

Com certeza, chegará a todos nós. O Nobel, com todas as suas polêmicas, sempre serve a divulgar boa literatura para o mundo.

Miguel Pestana disse...

Sinceramente prefiro quando são distinguidos autores "desconhecidos" e com personalidade forte, na escrita e socialmente.
Quanto mais polémicas houver em torno, melhor, mais audiência de leitores curiosos :)